Trabalha muitas horas sentado? Conheça possíveis consequências para seu corpo!

Por mais contraditório que seja, vivemos um tempo onde temos todas as possibilidades de trabalhar e fazer atividades rotineiras de forma rápida, prática e com menos esforço – temos os celulares, diversos aparelhos e sites ensinando tudo – e ao mesmo tempo não conseguimos tempo livre suficiente para cuidar da saúde.

Praticar exercícios ao ar livre ou em academias é algo fundamental para aliviar o estresse, melhorar o condicionamento físico e prevenir muitas doenças, mas o sedentarismo só faz crescer.

Na vida de um Nômade Digital, ficar sentado na frente do computador por horas, todos os dias, é uma realidade que se não nos educarmos, pode trazer males que acabam prejudicando a experiência de vida que temos nas diferentes cidades e culturas.

E estes males são silenciosos e se tornam permanentes se não prevenirmos.

E você? Trabalha muitas horas sentado? Conheça possíveis consequências para seu corpo!

Consequência 1: Obesidade

Certamente a mais devastadora das consequências, pelo mal em si que provoca na qualidade de vida da pessoa e pelos reflexos que se seguem por todo o organismo.

E a relação entre trabalhar sentado e ganhar peso é simples: sentado, o corpo reduz ao mínimo o gasto calórico. Com o consumo de alimentos, mesmo saudáveis, a chance de engordar sentado por horas aumenta muito.

Se as consequências que virão a seguir podem acontecer isoladamente, a Obesidade patrocina todas elas em um efeito dominó imprevisível, além de sobrecarregar a atividade cardíaca e criar problemas intestinais graves.

Consequência 2: Problemas de Coluna

Aqui a lista de enfermidades é grande e perigosa. Quando ficamos muito tempo sentado, existe uma sobrecarga contínua nos ossos da bacia e dos quadris, os discos intervertebrais ficam pressionados constantemente e surgem as inflamações

Além disto – e como se fosse pouco – temos os diversos desvios posturais e até mesmo o hérnia de disco. Todos estes quadros podem não só provocar dores intensas, como limitar os movimentos e até incapacitar.

Consequência 3: Fadiga e Dores Musculares

Com os longos períodos sentado, a atividade elétrica dos músculos para e isto afeta não só a musculatura das costas, mas também os glúteos e o pescoço.

Aqui temos outra notícia ruim: fazer exercícios regulares e cuidar da alimentação – para evitar o ganho de peso – não ajudam. Só mesmo reduzindo o tempo sentado.

E a qualidade de vida, a concentração e a disposição caem progressivamente.

Consequência 4: Doenças Cardiovasculares

Normalmente as pessoas se assustam de verdade quando os males são no coração e no sistema que trabalha interligado a ele. Então temos uma má notícia: nem o coração escapou, trabalhar muitas horas sentado pode provocar doenças cardiovasculares.

Ficar sentado por muito tempo enfraquece os músculos, deteriora a circulação sanguínea e é uma das principais causas da arteriosclerosa.

Além disto, aumenta as chances de ter um infarto.

Consequência 5: Estrias

Trabalhar muitas horas sentado não cria apenas problemas funcionais e orgânicos graves, mas também pode provocar problemas estéticos, como as Estrias.

E sabemos como as Estrias, como a Celulite, a Acne e outros distúrbios dermatológicos, podem afetar a autoestima, a qualidade de vida, os relacionamentos e limitar a vida social. E este cenário é tudo que precisamos evitar em uma experiência pessoal tão rica como a vida de Nômade Digital.

O ganho crescente de peso, o efeito sanfona – decorrente das perdas e ganhos sucessivos – e a perda de rigidez muscular são fortes fatores de risco para surgirem as Estrias. É importante observar logo no início destes fatores, quando o tratamento tem mais eficácia.

Entenda nesse artigo porque elas acontecem e aprenda como acabar com as estrias sem complicação.

Trabalhar muitas horas sentado: algumas dicas para se cuidar

Algumas ações simples podem ajudar a reduzir ao máximo os efeitos negativos dos longos períodos de trabalho sentado>

  • Faça pausas de 3 minutos em pé, andando ou alongando levemente, a cada 30 minutos de trabalho sentado;
  • Procure fazer em pé as atividades que possam ser desta forma, para equilibrar ao máximo com os longos períodos sentado. Celular? Fique em pé ou andando;
  • Estabeleça uma rotina de exercício diário, uma caminhada leve que seja, por 45/60 minutos;
  • Crie um programa de redução progressiva do tempo. Se hoje trabalhou por 8:20 horas, tenta trabalhar 8:00 amanhã e assim por diante, até um mínimo que seu trabalho precisa mas sem exagero;
  • Trabalhar com conforto é importante, mas evite ambientes de trabalho confortáveis demais, como a cama por exemplo. Isso induz a ficar mais tempo sentado.
  • Evite fazer refeições e lanches enquanto trabalha sentado. Aproveite estes momentos para andar e até comer em pé, se forem lanches.
  • Avalie constantemente se você realmente precisa de tanto tempo trabalhando sentado;
  • Crie eventos e saídas para preencher os horários e assim forçar a ter limite de horário.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *