Nomadismo Digital: a minha experiência trabalhando no Sul do Brasil

Na minha vida de Nômade Digital no Brasil, o melhor é ser constantemente surpreendida e é muito bom. Mas dependerá muito do quanto você se expõe e se envolve com a cultura e os hábitos locais.

Gosto de mergulhar na rotina, hábitos ou pelo menos conhecer e entende-los. E no Sul o que não falta são tradições e hábitos que o Sudeste não conhece.

Isto posto, vou contar um pouco da minha experiência pelo Sul do Brasil, uma bela surpresa até para um brasileiro.

Nômade Digital no Sul do Brasil: Florianópolis, onde comecei

Foi uma escolha de manual. Florianópolis é considerada uma das cinco melhores cidades do mundo para um Nômade Digital.

Ela concentra todas as qualidades para a melhor estadia – bom custo de vida quando comparamos com as grandes capitais, um clima ótimo, com verões e invernos amenos, muita cultura, praias maravilhosas e um povo muito amistoso e com o astral de uma cidade praiana.

Ela tem um ótimo mercado de tecnologia e um cenário de startup crescente. Vale a pena pesquisar antes por parceiros em trabalhos temporários que podem se tornar permanentes mesmo depois de ir embora. Eu já cheguei lá com trabalhos para empresas de outros lugares e fiz um bom networking com o mercado local.

Minha estadia de 3 meses foi em Trindade, que fica muito perto do centro, tem oferta de aluguel por bons preços, é o destino preferido dos estudantes das universidades da cidade e o custo de vida é melhor. A proximidade de Floripa com cidades do interior deixa os preços de alimentos bem acessíveis.

O melhor para se distrair em Floripa é, de longe, as praias. Muitas, algumas desertas no meio da semana, o que é ótimo para quem tem flexibilidade de trabalho, mas não para uma mulher sozinha – infelizmente, Floripa sofre também de violência, bem menos que São Paulo e Rio.

A Internet é de ótima qualidade e não vai te deixar na mão, mesmo com um plano mais simples de celular e onde vivi eu paguei baratinho para ter um wi-fi. É uma realidade também em muitas cidades do interior, mesmo as mais encravadas na serra catarinense.

Nômade Digital no Sul do Brasil: conhecendo o interior e o litoral catarinenses

Santa Catarina é privilegiada: uma linda capital, um litoral deslumbrante e uma serra aconchegante – principalmente para os casais, mas uma pessoa solteira pode se divertir sem se sentir deslocada.

Com um carro e 2 ou 3 dias, recomendo andar pelo litoral, conhecendo as melhores praias – Itapema, Balneários de Camboriú e Penha e ir até São Francisco do Sul – e voltar pelas cidades famosas do interior, principalmente Blumenau, Urupema e São Joaquim, mas leve muito agasalho, faz frio de gente grande.

Nômade Digital no Sul do Brasil: Porto Alegre, parada atual

Porto Alegre é mais capital no bom e mau sentidos, mas ainda assim uma belíssima cidade, cheia de um tradicionalismo que não há em Florianópolis. Aqui se respira tradição, o orgulho pelos pampas.

É uma cidade mais cara das 3 capitais da região – ainda não conheci Curitiba mas já pesquisei a respeito. Mas nada que uma paulistana não lide muito bem.

Como Nômade Digital, busco sempre morar em regiões que facilitem a vida a pé e tenham uma boa rede de transporte, já que carro não faz parte da filosofia e o aluguel pesa muito no bolso. Aqui aluguei um Airbnb no bairro da Bela Vista, na região central, com muitos serviços em torno e é um bairro bem desenvolvido.

O porto-alegrense é afetuoso e, como todos os gaúchos, e se quiser entrar mesmo no clima, escolha um time. Gremista ou colorado, é diversão garantida. Não pude ir ao famoso clássico, o campeonato gaúcho acabou antes da minha vinda, mas garantem que é um espetáculo imperdível.

E uma tradição que não podemos recusar é conhecer o autêntico chimarrão. Fui apresentado a ele quase antes de arrumar uma residência! E confesso, fiquei apaixonada, é saboroso e dá muita energia, principalmente nas noites frias e preguiçosas e com muito trabalho para entregar. Tem inclusive este ótimo site para conhecer a história e curiosidades do chimarrão.

Tenho mais 2 meses em Poá (olha a intimidade) e terei mais novidades, especialmente da cultura, para compartilhar.

E depois, próxima parada: Curitiba!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *